Ver Carrinho “HÁ VILA ALÉM DA COSTA” foi adicionado ao seu carrinho.
  • JOSÉ MARIA NEVES – POR CABO VERDE

    0 de 5

    “José Maria Neves – Por Cabo Verde”, de autoria do jornalista José Sousa Dias, traz uma longa entrevista, configurando-se como uma biografia política do antigo primeiro-ministro de Cabo Verde.

    12.00€
  • A VÉNUS CRIOULA

    0 de 5

    A Vénus de Botticelli é aqui uma bela jovem, negra e nua, de rebeldes cabelos soltos, nascendo numa concha-útero, uma figura não silenciosa, como a do quadro, mas dotada de uma voz encantatória, como a das sereias.

    12.00€
  • KILÊLÊ – A DANÇA SAGRADA DO FALCÃO

    0 de 5

    Kilêlê, dança e culto, exorcismo e sagração. Dessa dança, poesia do corpo, fala a poetisa Olinda Beja nos poemas deste KILÊLÊ. Conheça este incrível livro na nossa livraria online.

    12.00€
  • SAFRAS DE UM TRISTE OUTONO

    0 de 5

    Safras de um triste outono, de Arménio Vieira, é uma obra densa, intensa e complexa que, claramente fechando um longo ciclo da escrita poética, abre um novo caminho de significações e de metaforizações, assim como outras rotas e itinerâncias. O cabo-verdiano “Silvenius”, ancestral e moderno, cada vez mais mundo.

    20.00€
  • HÁ VILA ALÉM DA COSTA

    0 de 5

    O primeiro objetivo deste livro é dar a ver e discutir o processo de afirmação e de criação de novas vilas em Cabo Verde no século XIX apresentando os casos da Vila da Ribeira Brava, na ilha de São Nicolau, da Vila da Ribeira Grande, na ilha de Santo Antão e da Vila Nova Sintra, na ilha Brava. Cada um destes exemplos problematiza de maneira específica algumas das vicissitudes dos processos de transformação urbana no arquipélago. As vilas estudadas foram desenhadas, literal e metaforicamente, sobre as povoações já existentes, confrontando o modelo urbano com a base de ocupação rural. Pode dizer-se que estas vilas emergiram de dentro das povoações rurais que lhes antecederam. Tal é relevante na medida em que a aparente continuidade dos processos terá contribuído para a sua relativa “invisibilidade” historiográfica.

    15.00€
  • ATRAVESSANDO O AREAL

    0 de 5

    O livro Atravessando o Areal convida à leitura e à recepção polifónica a descrição de um tocante drama familiar. Nas palavras do escritor José Eduardo Agualusa, este romance de Pedro Leónidas “traz uma voz já pronta, segura, com aquilo que só a melhor literatura consegue: colocar-nos na pele do outro. Susana é uma voz que se instala em nós, a partir das primeiras páginas de Atravessando o Areal, e já não nos larga. Memórias, angústias, pequenos dramas íntimos, que, de repente, também já nos pertencem. Os bons livros desenvolvem em nós o músculo da empatia, ajudam-nos a compreender os outros, e assim nos melhoram. Este é um deles.”

    15.00€
  • QUASE MEMÓRIAS DE UM LUGAR E DE OUTRAS ANDANÇAS

    0 de 5

    “Quase Memórias de um Lugar e de Outras Andanças”, de António de Castro Guerra, nascido e crescido em Valhelhas, concelho da Guarda, é prefaciado pelo jornalista português Henrique Monteiro e pelo poeta cabo-verdiano Filinto Elísio.

    15.00€
  • CESÁRIA ÉVORA

    0 de 5

    O livro Cesária Évora é uma das importantes biografias feitas sobre a diva maior da música cabo-verdiana, falecida em 2011. A sua leitura permitirá conhecer Cesária Évora para além das luzes da ribalta, nos bastidores, no dia a dia e na intimidade, uma preciosa contribuição da crítica genética sobre esta grande artista.

    24.99€
  • UM MAR DE CONFLITOS

    0 de 5

    “Um Mar de Conflitos” apresenta uma ampla documentação que fora coligida por Marcelino Rezende Costa, Escrivão Deputado da Junta da Fazenda da Província de Cabo Verde de então, tendo como escopo servir de apoio probatório em sua defesa e, através dela, partir para uma série de acusações contra Manuel António Martins.

    24.99€
  • A CORDA

    0 de 5

    O livro A sedutora tinta das minhas noutes, de Jorge Carlos Fonseca, um dos grandes poetas contemporâneos de Cabo Verde, é uma seleta de textos poéticos, uns inéditos, outros de livros anteriores do autor, feita pelo seu conterrâneo o escritor Arménio Vieira, assim como textos de fortuna crítica sobre o conjunto da sua obra poética por parte de ensaístas e de escritores. O livro – décima publicação da coleção poética Rose is a rose is a rose, da Rosa de Porcelana Editora – de pendor abstracionista, sendo o autor um dos cultores da poesia surrealista na literatura cabo-verdiana, tem como figurino de capa um quadro do artista plástico e poeta luso-cabo-verdiano António Pedro, no ano de celebração do 110º aniversário do seu nascimento.

    15.00€
  • SOL DE INFÂNCIA

    0 de 5

    Este livro é fruto de um amplo trabalho de investigação desenvolvido parcialmente em Itália e em Cabo Verde. A investigação, realizada entre 2016 e 2018, pretendeu contribuir para um maior conhecimento dos processos de inserção social e cultural da comunidade cabo-verdiana em Itália

    15.00€
  • OS VERSOS DA DIÁSPORA

    0 de 5

    Hipólito Daniel Soares, em “Os Versos da Diáspora: um cabo-verdiano em chão itálico”, é bem o testemunho de um autor que exibe no livro de estreia a força de uma construção poemática de elevada maturação, de um escritor que metaforiza a sua condição diaspórica.

    20.00€
  • PARA UMA EDUCAÇÃO PLANETÁRIA

    0 de 5

    Para uma Educação Planetária amplia e sintetiza os resultados dos principais filões de pesquisa teórica sobre a intercultura.

    15.00€
  • JANELA PARA O ÍNDICO

    0 de 5

    Janela para o Índico é uma antologia que mostra um percurso de trinta e cinco anos de poesia da autora, e a metáfora do barco e da viagem assinalam a sua movência cultural entre Moçambique e Portugal, ou vice-versa, em trânsito de inspiração e prática poética.

    15.00€
  • A FÚRIA DA BELEZA

    0 de 5
    15.00€
  • NA HORA DA MUDANÇA

    0 de 5
    10.00€
  • ROTXA SCRIBIDA

    0 de 5

    Dezassete anos em Cabo Verde impregnaram o Autor de cabo-verdianidade. Foram usos e costumes, foram hábitos e tradições, foi toda uma cultura crioula e até mesmo o seu linguajar muito especial que em quase duas décadas moldaram-lhe o ânimo e espírito tal como a bruma seca que, por longos períodos durante o ano, sobrevoa as ilhas.

    Rotxa Scribida (nome de um dos “mistérios” que povoam as ilhas) é o mais recente livro de poemas de Nuno Rebocho, escritos durante a sua estadia em Cabo Verde.

    10.00€
  • SONHOS & DESVARIOS

    0 de 5

    Os 15 contos que compõem o livro Sonhos & Desvarios foram inspirados em sonhos e em imagens que a autora deles conseguiu reter. A partir de seu universo onírico, Fátima Bettencourt narra histórias como o insólito cortejo fúnebre de uma elegante senhora, um automóvel que desenvolve dotes de inteligência, julgamento e condenação ou a emersão de uma Vénus igual à de Botticelli durante uma hecatombe planetária.

    10.00€
  • VEROMAR

    0 de 5

    Veromar, nome de uma cidade que nasce de um “erro”, é o título do novo romance de Dina Salústio. Numa narrativa com marcas do realismo mágico, o livro aborda questões como a violência contra as mulheres e as crianças, o abandono e a indiferença.

    15.00€
  • PALAVRAS DE FOGO

    0 de 5

    Os poemas que constituem o livro Palavras de Fogo, de Jidi Majia, traduzido por José Luís Peixoto, são abertamente identitários. O eu poético confunde-se com o autor sem qualquer constrangimento, são diversas as ocasiões em que se refere o próprio nome de Jidi Majia no interior de poemas. E, também dessa forma despudorada, desenvolve-se bastante o sentimento de pertença, a defesa das origens, a assunção apaixonada de uma identidade local e cultural. Esse aspeto, no âmbito da história recente e da realidade chinesa contemporânea, assume uma dimensão política muito forte, explicitada em múltiplas passagens. Ainda assim, sem contradizer estas características, é muito evidente que não estamos perante uma forma de poesia apenas “local” ou, se preferirmos, “étnica”. Jidi Majia refere-se de modo abundante e direto ao vasto mundo, com referências concretas e a defesa inabalável de uma postura humanista.

    15.00€