• HÁ VILA ALÉM DA COSTA

    0 de 5

    O primeiro objetivo deste livro é dar a ver e discutir o processo de afirmação e de criação de novas vilas em Cabo Verde no século XIX apresentando os casos da Vila da Ribeira Brava, na ilha de São Nicolau, da Vila da Ribeira Grande, na ilha de Santo Antão e da Vila Nova Sintra, na ilha Brava. Cada um destes exemplos problematiza de maneira específica algumas das vicissitudes dos processos de transformação urbana no arquipélago. As vilas estudadas foram desenhadas, literal e metaforicamente, sobre as povoações já existentes, confrontando o modelo urbano com a base de ocupação rural. Pode dizer-se que estas vilas emergiram de dentro das povoações rurais que lhes antecederam. Tal é relevante na medida em que a aparente continuidade dos processos terá contribuído para a sua relativa “invisibilidade” historiográfica.

    15.00€
  • ANGOLA COLONIAL

    0 de 5

    Angola Colonial fotografada por Missionários Metodistas é um belíssimo álbum de fotografias, bilíngue, em português e inglês, da autoria de Paul Blake, filho de missionários metodistas dos Estados Unidos da América que estiveram em Angola e produzido pela Fundação Dr. António Agostinho Neto. As fotos foram recuperadas dos negativos fotográficos que a Igreja Metodista, na sua sede em Nova Iorque, queria descartar e da contribuição dos álbuns pessoais de outros descendentes de missionários metodistas. As fotos constituem uma viagem às actividades dos missionários junto aos povos de Angola, aos seus costumes, cultura e ao papel da educação e da religião na formação de várias gerações de angolanos.

    20.50€
  • ARTISTAS PLÁSTICAS EM PORTUGAL

    0 de 5

    UMA OBRA IMPROVÁVEL E SURPREENDENTE, DEDICADA ÀS ARTISTAS MAIS AUDAZES
    QUE OUSARAM ROMPER AS FRONTEIRAS TRADICIONAIS DAS ÁREAS DISCIPLINARES
    DA PINTURA E DA ESCULTURA.

    São raros os livros dedicados a mulheres artistas em Portugal. Oferecendo-nos uma
    notável antologia visual, esta obra vem contrariar essa escassez, reunindo um conjunto
    de estudos ímpares, resultantes de investigação realizada por autores prestigiados,
    que nos mostram o que de mais criativo se fez e vai fazendo.
    OS AUTORES: Sandra Leandro, Mariana Roquette Teixeira, Sandra Vieira Jürgens, Ana Raquel
    Gouveia, José-Luís Porfírio, Emília Ferreira, Raquel Henriques da Silva, Hilda Moreira de
    Frias, Isabel Nogueira, Maria João Gamito, Paulo Simões Nunes, Laura Castro.
    AS ARTISTAS ANALISADAS E RETRATADAS: Maria Augusta Bordalo Pinheiro, Ana Hatherly,
    Lourdes Castro, Helena Almeida, Ana Vieira, Maria Beatriz, Maria José Oliveira, Ana Jotta,
    Graça Pereira Coutinho, Luísa Cunha, Gabriela Albergaria, Cristina Mateus.

    25.00€
  • ANYFORMS

    0 de 5

    A Anyforms surgiu com o novo milénio para desenvolver, promover e divulgar a infografia e ilustração no panorama editorial português, e o seu trabalho já foi distinguido internacionalmente com seis prémios de infografia SND-E Malofiej e nove distinções da National Geographic Magazine, como melhor conteúdo editorial entre as 19 publicações internacionais da revista.

    25.00€
  • NEM – ISTO – NEM – AQUILO

    0 de 5
    16.96€
  • O FAGOTE DE SHATNER E OUTROS CONTOS

    0 de 5

    Sim, o Shatner do título é o actor cromo de Star Trek, se bem que na perspectiva de “Where’s Captain Kirk?”, canção da banda punk Spizz Energi. William Shatner é referido no livro, mas não está nele. Na verdade, nem o autor sabe onde está. Do dito Shatner só interessa para o enredo que, num episódio desse clássico televisivo de ficção científica, era ele o fagotista de um grupo de música de câmara.

    Yep: logo à partida, as referências musicais deste novo caudal de frases de Rui Eduardo Paes (carinhosamente mais conhecido por REP) – porque é de um livro sobre música que se trata – estão no rock and roll e na clássica, ainda que para falar de jazz, de improvisação e dessa música que se diz ser “experimental”. Também se passa pelo hip-hop queer e pelo nintendocore, por exemplo, mas afinal nenhuma forma de arte é uma ilha e tudo está, de alguma maneira, interligado. Até quando o que encontramos são as des-associações reais ou quimicamente induzidas que constituem a realidade. Os contos desta, nas páginas que aqui estão dentro, são os do sexo, da loucura e da morte.

    A música não comunica nada, segundo Gilles Deleuze? Mentira: comunica-nos o desejo, esse grande motor do nosso quotidiano, a esquizofrenia que nos define como humanos e a atribulada relação que temos com a Grande Ceifeira. Para ler em ritmo de corrida, porque foi escrito em ritmo de corrida.

    13.00€
  • FRANKENSTEIN, OR THE 8-BIT PROMETHEUS

    0 de 5
    15.00€
  • Capa dos livros Bestiário Ilustríssimo II e Bala, de Rui Eduardo Paes. Chili com Carne

    BESTIÁRIO ILUSTRÍSSIMO II

    0 de 5

    Com prefácios de Marco Scarassatti (compositor, artista sonoro e professor da Universidade de Minas Gerais, Brasil) e Gil Dionísio (músico), ilustrações de Joana Pires (lado BI) e David de Campos (lado Bala) e design de Joana Pires e baseado no de Ecletricks (lado BI)

    Bestiário Ilustríssimo II / Bala é a continuação de Bestiário Ilustríssimo, “(anti) enciclopédia” de Rui Eduardo Paes sobre as músicas criativas editada em 2012 e reeditada em 2014 com nova capa e novas ilustrações de Joana Pires. Como esse primeiro livro, está dividido em 50 capítulos, cada um dedicado a uma figura ou conjunto de figuras. Desta feita, porém, a 50ª parte autonomiza-se e constitui como que um outro livro. Trata-se, pois, de dois livros num só volume, um novamente ilustrado por Joana Pires, o outro por David de Campos.

    20.00€