• UMBRA – ANTOLOGIA DE BANDA DESENHADA – 2

    0 de 5

    A Umbra 2 reúne quatro histórias curtas, auto-conclusivas, a solo ou em colaborações, versando universos e géneros tais como os da ficção científica, distopias futuristas, ficção weird, podendo ainda cruzar-se com o policial e a fantasia. Neste número:
    O coração atómico de Jan
    Se um homem perde um olho, é ainda um homem? E se perder uma mão? Todos os membros? O coração? Restará a amizade, ou também se esfuma? Distopia científica e política pelo autor canadiano Simon Roy.

    Camping Gás
    A febre dos OVNIs foi intensa nos anos 1980. Uma aventura campal dos membros dos COIJA [Cosmo-Observação e Investigação, Jovens Associados] mostra como o desejo pode disfarçar a realidade. Ou será o contrário? Uma história de Filipe Abranches, Pedro Moura e Bárbara Lopes.

    Duas espadas
    O limite da fé e da crença encontra-se precisamente em chegarem a ser limites. Uma fantasia hipotética religiosa que espelha batalhas de hoje, por Pedro Moura e Jorge Coelho.
    Os pesadões
    A colonização do espaço levará ao afastamento da comunidade humana. Que mal pode ocorrer quando se pretendem reencontrar? Uma história curta do grande mestre Fernando Relvas, de 1978, aqui recuperada, com nova legendagem.

    12.50€
  • RAÍZES: THE LISBON STUDIO SERIES VOL.4

    0 de 5

    A TLS Series é uma antologia de banda desenhada do The Lisbon Studio. Cada volume corresponde a um tema, e conta com uma equipa diferente, nesta colectânea de alguma da melhor banda desenhada portuguesa.

    Onde estão as raízes de cada um?
    No passado, nas memórias?
    Num sítio?
    Numa família ou grupo?
    Em que se enraízam as palavras e as imagens?

    Seis histórias que nos vão levar a percorrer todo o género de paisagens e imaginações, reais e metafóricas.

    12.00€
  • APOCRYPHUS VOLUME 4 – SCI-FI

    0 de 5

    Juntando alguns dos autores já presentes em volumes anteriores com alguns dos melhores autores de ficção científica em Portugal, Apocryphus mostra-nos o que pode ser o futuro.
    A antevisão e a distopia abraçam-se neste volume que mais uma vez vê o Apocryphus a crescer e todos os níveis.

    15.00€
  • MONSTROS URBANOS

    0 de 5
    10.00€
  • APOCRYPHUS VOLUME TRES – FEMME POWER

    0 de 5
    13.00€
  • APOCRYPHUS VOLUME DOIS – CRIME

    0 de 5
    13.00€
  • APOCRYPHUS VOLUME UM – FANTASIA

    0 de 5
    13.00€
  • PENTÂNGULO 3

    0 de 5
    10.00€
  • CORRER MUNDO

    0 de 5
    13.80€
  • UMBRA – ANTOLOGIA DE BANDA DESENHADA – 1

    0 de 5
    12.50€
  • ALL WATCHED OVER BY MACHINES OF LOVING GRACE

    0 de 5


    10.00€
  • ANTOLOGIA FICÇÃO ESPECULATIVA QUEER

    0 de 5
    13.00€
  • A viagem da virgem

    0 de 5

    Sim, o Shatner do título é o actor cromo de Star Trek, se bem que na perspectiva de “Where’s Captain Kirk?”, canção da banda punk Spizz Energi. William Shatner é referido no livro, mas não está nele. Na verdade, nem o autor sabe onde está. Do dito Shatner só interessa para o enredo que, num episódio desse clássico televisivo de ficção científica, era ele o fagotista de um grupo de música de câmara.

    Yep: logo à partida, as referências musicais deste novo caudal de frases de Rui Eduardo Paes (carinhosamente mais conhecido por REP) – porque é de um livro sobre música que se trata – estão no rock and roll e na clássica, ainda que para falar de jazz, de improvisação e dessa música que se diz ser “experimental”. Também se passa pelo hip-hop queer e pelo nintendocore, por exemplo, mas afinal nenhuma forma de arte é uma ilha e tudo está, de alguma maneira, interligado. Até quando o que encontramos são as des-associações reais ou quimicamente induzidas que constituem a realidade. Os contos desta, nas páginas que aqui estão dentro, são os do sexo, da loucura e da morte.

    A música não comunica nada, segundo Gilles Deleuze? Mentira: comunica-nos o desejo, esse grande motor do nosso quotidiano, a esquizofrenia que nos define como humanos e a atribulada relação que temos com a Grande Ceifeira. Para ler em ritmo de corrida, porque foi escrito em ritmo de corrida.

    12.90€
  • PENTÂNGULO 2

    0 de 5

    Eis o segundo número da revista PENTÂNGULO que dá continuidade à parceria entre o Ar.Co. – Centro de Arte e Comunicação Visual e a Associação Chili Com Carne.

    A Pentângulo é uma publicação que confere visibilidade ao trabalho de novos autores cuja formação tenha sido feita no curso de Ilustração e Banda Desenhada do Ar.Co.

    Sem hierarquias, nomes consagrados e estreantes, alunos, ex-alunos e professores misturam as suas imagens e palavras numa saudável promiscuidade.

    O departamento de Ilustração/BD do Ar.Co tem vindo a pôr em prática um modelo pedagógico que privilegia as aplicações específicas da ilustração e banda desenhada em relação ao mercado editorial, tendo para o efeito realizado parcerias com várias entidades ao longo dos seus 18 anos de existência, entre elas a Chili Com Carne com quem o departamento colaborou desde o início do milénio.

    10.00€
  • HUMANUS

    0 de 5

    Esta é uma obra comemorativa dos cinco anos da Escorpião Azul como chancela de banda desenhada que publica maioritariamente autores lusos. Nele estão incluídos 37 autores entre desenhadores e argumentistas, desconhecidos e conhecidos que contribuíram com as suas 33 histórias dos mais variados estilos, para dar à luz do dia esta colectânea que homenageia a banda desenhada no seu todo e que quer dar uma visão mais abrangente daquilo que hoje se faz em Portugal.

    21.00€
  • NÓDOA NEGRA

    0 de 5
    10.00€
  • VIAGENS: THE LISBON STUDIO SERIES, VOL. 3

    0 de 5
    12.00€
  • CONTOS DA EMIGRAÇÃO

    0 de 5
    13.80€
  • SILÊNCIO: THE LISBON STUDIO SERIES, VOL. 2

    0 de 5
    11.99€
  • CLARIDOSIDADE

    0 de 5

    Literatura

    25.00€