• NAS GAVETAS CORREM RIOS DE SOLIDÃO

    0 de 5

    Este livro é uma viagem pela condição humana, repleta de devaneios e ilusões, onde
    a realidade e a fantasia se confundem numa série de episódios absurdos sem desígnio
    aparente.
    É também um texto fragmentário, que se espraia por reflexões e poemas em prosa e
    que lida com a mais importante e incontestável questão: o que sou?
    Será talvez, e finalmente, um romance narrado por diversas personagens. Um cadáver
    em quarentena, uma jovem que se fartou de ouvir piropos ordinários e decidiu
    fazer justiça pelas próprias mãos, dois gémeos siameses com três olhos e quatro
    cabeças, uma barata gigante que é professora primária e um indivíduo hipocondríaco
    que se fechou na cave com a esperança de nunca mais ser encontrado…

    12.90€