Ver Carrinho “CORTO MALTESE – AS ETIÓPICAS” foi adicionado ao seu carrinho.
  • CORTO MALTESE – AS CÉLTICAS

    0 de 5

    … Marinheiro… De que lado estás?

    Europa, 1917. Enquanto a guerra não termina, espiões e traidores são mais perigosos do que nunca. De Veneza bombardeada para a Irlanda em plena revolta, através de Stonehenge e seus feitiços, Corto Maltese tem dificuldade em sobreviver …

    26.95€
  • CORTO MALTESE – AS ETIÓPICAS

    0 de 5

    … não tenho de me justificar perante ninguém, eu…
    Tive medo de morrer e fugi…
    E fugirei todas as vezes que eu quiser…
    Vão todos para o inferno!…

    1918, leste da África. Corto Maltese junta-se a Crush, o guerreiro danakil, para atravessar esta região onde os poderes coloniais e as crenças indígenas se enfrentam em uma luta impiedosa.

    26.95€
  • CORTO MALTESE – SEMPRE UM POUCO MAIS LONGE

    0 de 5

    Corto Maltese alarga o seu périplo tropical à selva sul e centro-americana e às ilhas caribenhas. Vudu e política, golpes e repúblicas de bananas, escravatura, mulheres belas e misteriosas, a duradoura miragem do Eldorado, são alguns dos cenários e dos meandros das aventuras deste herói singular, independente e livre, imbuído de um certeiro instinto de justiça. Na extraordinária elegia que é «A Lagoa dos Bons Sonhos», o fim próximo da I Guerra Mundial é pretexto para uma meditação melancólica sobre os sonhos de glória.

    26.95€
  • CORTO MALTESE – SOB O SIGNO DE CAPRICÓRNIO

    0 de 5

    No início do seu périplo tropical, em plena I Guerra Mundial, Corto Maltese — «o último representante de uma dinastia completamente extinta que acreditava na generosidade e no heroísmo» — faz amizade com o jovem inglês Tristran Bantam, meio-irmão de Morgana Dias dos Santos, praticante de macumba e pupila da visionária Boca Dourada, a quem visita na Baía acompanhado por Steiner, antigo professor da universidade Praga e futuro companheiro de viagens, na pista de tesouros misteriosos, cumprindo o seu destino de cavalheiro da fortuna.

    26.95€
  • CORTO MALTESE – A BALADA DO MAR SALGADO

    0 de 5

    “Sou o Oceano Pacífico e sou o Maior. É assim que me chamam há já muito tempo, embora não seja verdade que eu seja sempre pacífico”.  É com esta frase que começa A BALADA DO MAR SALGADO, a obra onde surge pela primeira vez Corto Maltese.  Corto Maltese, considerado por alguns a criação maior do autor italiano Hugo Pratt, foi publicado pela primeira vez na revista Sgt. Kirk a 10 de Julho de 1967, comemorando este ano 50 anos.

    26.95€