Ver Carrinho “OS PATRIOTAS” foi adicionado ao seu carrinho.
  • Capa do livro 1755, O Grande Terramoto, de Filomena Oliveira e Miguel Real. Europress - Máscara

    1755 – O GRANDE TERRAMOTO

    0 de 5

    Dois eixos dramáticos unificam o todo da peça: a história de Mariana e do seu presumível incesto com o conde de Unhão, que se inscreve na Lisboa popular, e a história da ascensão ao poder do Marquês de Pombal, como ministro do reino e construtor do Estado português contemporâneo…

    10.09€
  • Capa do livro Tomai Lá do O'Neill e A Relíquia, de Eça de Queirós, de Filomena Oliveira. Europress - Máscara

    TOMAI LÁ DO O´NEILL – A RELÍQ. DE EÇA DE QUEIRÓS

    0 de 5

    Tomai lá do O’Neill nasceu como desafio para escrever uma peça que tivesse como suporte de texto a obra de Alexandre O’Neill. É um texto que cruza ambiências e inspirações dos seus poemas e das suas crónicas. Portugal é uma repartição pública, um café e um poeta condenado a ser português. Manter a fidelidade ao espírito do romance e ao tom e estilo de Eça foi o objectivo primeiro desta adaptação.

    8.59€
  • Capa do livro Os Patriotas, de Filomena Oliveira e Miguel Real. Europress - Máscara

    OS PATRIOTAS

    0 de 5

    Tendo como centro a emergência do Ultimatum de 1890, por via de Antero de Quental, desenha‑se a contradição entre a paixão do Modernismo e o apelo da Tradição; Guerra Junqueiro simboliza o republicanismo; Eça de Queirós espelha a ideologia do cepticismo finissecular d’ “Os Vencidos da Vida”; Ramalho Ortigão, em duelo com A. de Quental, defende os ideais de uma Monarquia forte; José Fontana e os dois revolucionários espanhóis simbolizam a emergência do movimento socialista.

    7.58€