Ver Carrinho “MEU VELHO GUERRILHEIRO” foi adicionado ao seu carrinho.

COMO ACABAR AS COISAS

13.00€

ISBN: 9789898938909 Categoria: Editora: Tema: Literatura
  • Descrição
  • Informação adicional
  • Avaliações (0)

Descrição do Produto

«Tenho-me perguntado qual
a forma certa
de procurar o amor.»
Pedro Reis Colaço abre-nos a porta em Como
acabar as coisas, às contemplações e
inquietações do sujeito poético num mundo que
poderia ser o nosso, não fossem as referências a
outras realidades invisíveis aos olhos do cidadão
comum. Dividido em poemas de versos curtos e
trechos quase diarísticos, o livro explora a busca
pelas sensações mais desejadas pelo ser humano,
como o amor, busca essa por vezes interrompida
pelos obstáculos mais básicos e inevitáveis.
O título do livro é uma sentença, um imperativo:
Como acabar as coisas, título que insinua uma
contradição, posto que Pedro Reis Colaço começa
agora o seu percurso de poeta que se publica.
Começando a vida da poesia, não se pretende
acabar com essa vida.
Como assinala o coordenador da colecção, o poeta e crítico literário António Carlos
Cortez, em seu prefácio, “Acabar é, neste livro, uma outra coisa: começar, até porque
tudo o que acaba é um modo de começar e talvez só verdadeiramente se comece
alguma coisa quando acabamos outra. Mas este título, na sua sentenciosa maneira de se
apresentar, arrasta para dentro do campo das indecisões, como inúmeros poemas
mostram, um problema de dimensão terrível e que a poesia, nem mesmo com Rimbaud
ou com Breton, com Artaud ou, antes destes, William Blake, logrou resolver: se para
acabar é necessário ter coragem para cortar com qualquer facto (ou conjunto de factos),
então todo o poeta, na sua extrema fragilidade e na sua extrema força, será o que, de
todos os homens, está sempre mais perto de saber como acabar e como começar.”
“Ouço rumores de uma/ cidade por cujas/ ruas desfilam trovões/ Sinto nos pés/ a terra
arrepiar-se/ Inspiro um ligeiríssimo odor a/ areia e sangue/ Vou comprar/ laranjas
porque/ me sinto/ engripado/ aproveito e trago/ champô/ (…)”
Pedro Reis Colaço inicia aqui a sua obra com um livro que podendo ser lido de um
fôlego, pede para ser saboreado.

Informação adicional

Peso 120 g
Dimensões (C x L x A) 140 x 210 x 6 mm
Tema

Literatura

Autor

Pedro Reis Colaço

Avaliações

Não existem opiniões ainda.


Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.

Também pode gostar…