Ver Carrinho “VEROMAR” foi adicionado ao seu carrinho.
  • JANELA PARA O ÍNDICO

    0 de 5

    Janela para o Índico é uma antologia que mostra um percurso de trinta e cinco anos de poesia da autora, e a metáfora do barco e da viagem assinalam a sua movência cultural entre Moçambique e Portugal, ou vice-versa, em trânsito de inspiração e prática poética.

    15.00€
  • A FÚRIA DA BELEZA

    0 de 5
    15.00€
  • NA HORA DA MUDANÇA

    0 de 5
    10.00€
  • ROTXA SCRIBIDA

    0 de 5

    Dezassete anos em Cabo Verde impregnaram o Autor de cabo-verdianidade. Foram usos e costumes, foram hábitos e tradições, foi toda uma cultura crioula e até mesmo o seu linguajar muito especial que em quase duas décadas moldaram-lhe o ânimo e espírito tal como a bruma seca que, por longos períodos durante o ano, sobrevoa as ilhas.

    Rotxa Scribida (nome de um dos “mistérios” que povoam as ilhas) é o mais recente livro de poemas de Nuno Rebocho, escritos durante a sua estadia em Cabo Verde.

    10.00€
  • SONHOS & DESVARIOS

    0 de 5

    Os 15 contos que compõem o livro Sonhos & Desvarios foram inspirados em sonhos e em imagens que a autora deles conseguiu reter. A partir de seu universo onírico, Fátima Bettencourt narra histórias como o insólito cortejo fúnebre de uma elegante senhora, um automóvel que desenvolve dotes de inteligência, julgamento e condenação ou a emersão de uma Vénus igual à de Botticelli durante uma hecatombe planetária.

    10.00€
  • VEROMAR

    0 de 5

    Veromar, nome de uma cidade que nasce de um “erro”, é o título do novo romance de Dina Salústio. Numa narrativa com marcas do realismo mágico, o livro aborda questões como a violência contra as mulheres e as crianças, o abandono e a indiferença.

    15.00€
  • PALAVRAS DE FOGO

    0 de 5

    Os poemas que constituem o livro Palavras de Fogo, de Jidi Majia, traduzido por José Luís Peixoto, são abertamente identitários. O eu poético confunde-se com o autor sem qualquer constrangimento, são diversas as ocasiões em que se refere o próprio nome de Jidi Majia no interior de poemas. E, também dessa forma despudorada, desenvolve-se bastante o sentimento de pertença, a defesa das origens, a assunção apaixonada de uma identidade local e cultural. Esse aspeto, no âmbito da história recente e da realidade chinesa contemporânea, assume uma dimensão política muito forte, explicitada em múltiplas passagens. Ainda assim, sem contradizer estas características, é muito evidente que não estamos perante uma forma de poesia apenas “local” ou, se preferirmos, “étnica”. Jidi Majia refere-se de modo abundante e direto ao vasto mundo, com referências concretas e a defesa inabalável de uma postura humanista.

    15.00€
  • A SEDUTORA TINTA DE MINHAS NOUTES

    0 de 5

    O livro A sedutora tinta das minhas noutes, de Jorge Carlos Fonseca, um dos grandes poetas contemporâneos de Cabo Verde, é uma seleta de textos poéticos, uns inéditos, outros de livros anteriores do autor, feita pelo seu conterrâneo o escritor Arménio Vieira, assim como textos de fortuna crítica sobre o conjunto da sua obra poética por parte de ensaístas e de escritores. O livro – décima publicação da coleção poética Rose is a rose is a rose, da Rosa de Porcelana Editora – de pendor abstracionista, sendo o autor um dos cultores da poesia surrealista na literatura cabo-verdiana, tem como figurino de capa um quadro do artista plástico e poeta luso-cabo-verdiano António Pedro, no ano de celebração do 110º aniversário do seu nascimento.

    15.00€
  • UM FUTURO A CONSTRUIR

    0 de 5

    Esta edição não seria diferenciada da maior parte dos livros políticos, ou melhor, sobre a política, se o seu perfil autoral não fosse duplo e se os autores não fossem Francisco Pinto Balsemão e José Maria Neves, personalidades de matrizes ideológicas diferentes e de experiências políticas diversas, mas que travam um diálogo inteligente sobre o ideário do civismo democrático que, de certa forma, converge-os.
    Francisco Pinto Balsemão e José Maria Neves foram chefes do governo de Portugal e de Cabo Verde, respetivamente. Balsemão foi dirigente do PSD, de matriz ideológica liberal e social democrática, e Neves dirigente do PAICV, de matriz ideológica da esquerda democrática, partidos do arco da governação dos respetivos países. O primeiro, para além da política, tem forte atividade empresarial na área da comunicação social e o segundo dedica-se hoje ao ensino e termina um doutoramento em Políticas Públicas.
    O livro é sobre duas personalidades que se encontram para conversar, antes de mais, sobre a premissa oblíqua do “nosso ser político e nosso ser na política”, diálogo que se extravasa por temas plurais e diversos, uns de interesse histórico, outros de atualidade política, como o do surgimento das sociedades em rede, através das redes sociais, que são novas formas de poder e de governança e de praticar a democracia, e as novas formas de legitimação e de representação políticas.
    Esta “conversa a dois”, transcrita nesta edição, resulta em verdade do painel “Democracia e Governança: Um Futuro a Construir”, no quadro da IV Conferência da Fundação José Maria Neves para a Governança, realizada na cidade da Praia, em 2017. Diálogo que provocou muita expectativa na medida em que protagonizavam dois exegetas de questões fulcrais como a crise dos partidos políticos tradicionais, a ascensão do populismo, o desafio da imprensa perante as novas dinâmicas políticas, as políticas públicas para o fortalecimento das liberdades, da igualdade e de um desenvolvimento económico e social sustentáveis na atual conjuntura internacional e a própria questão da geopolítica, assim como aspetos da vida política tanto de Portugal como de Cabo Verde. Fazem-no em primeira pessoa e colocam-se como sujeitos de muitos dos aspetos contemporâneos que abordam.
    Esta edição não seria diferenciada da maior parte dos livros políticos, ou melhor, sobre a política, se o seu perfil autoral não fosse duplo e se os autores não fossem Francisco Pinto Balsemão e José Maria Neves, personalidades de matrizes ideológicas diferentes e de experiências políticas diversas, mas que travam um diálogo inteligente sobre o ideário do civismo democrático que, de certa forma, converge-os.
    Francisco Pinto Balsemão e José Maria Neves foram chefes do governo de Portugal e de Cabo Verde, respetivamente. Balsemão foi dirigente do PSD, de matriz ideológica liberal e social democrática, e Neves dirigente do PAICV, de matriz ideológica da esquerda democrática, partidos do arco da governação dos respetivos países. O primeiro, para além da política, tem forte atividade empresarial na área da comunicação social e o segundo dedica-se hoje ao ensino e termina um doutoramento em Políticas Públicas.
    O livro é sobre duas personalidades que se encontram para conversar, antes de mais, sobre a premissa oblíqua do “nosso ser político e nosso ser na política”, diálogo que se extravasa por temas plurais e diversos, uns de interesse histórico, outros de atualidade política, como o do surgimento das sociedades em rede, através das redes sociais, que são novas formas de poder e de governança e de praticar a democracia, e as novas formas de legitimação e de representação políticas.
    Esta “conversa a dois”, transcrita nesta edição, resulta em verdade do painel “Democracia e Governança: Um Futuro a Construir”, no quadro da IV Conferência da Fundação José Maria Neves para a Governança, realizada na cidade da Praia, em 2017. Diálogo que provocou muita expectativa na medida em que protagonizavam dois exegetas de questões fulcrais como a crise dos partidos políticos tradicionais, a ascensão do populismo, o desafio da imprensa perante as novas dinâmicas políticas, as políticas públicas para o fortalecimento das liberdades, da igualdade e de um desenvolvimento económico e social sustentáveis na atual conjuntura internacional e a própria questão da geopolítica, assim como aspetos da vida política tanto de Portugal como de Cabo Verde. Fazem-no em primeira pessoa e colocam-se como sujeitos de muitos dos aspetos contemporâneos que abordam.

    12.00€
  • ITINERÁRIOS DE AMÍLCAR CABRAL

    0 de 5
    24.99€
  • CAMPO DA FORTUNA

    0 de 5
    15.00€
  • A REINVENÇÃO DO MAR

    0 de 5
    15.00€
  • O HOMEM DO LEME

    0 de 5
    15.00€
  • DÔS: DIÁLOGOS SOBRE A ARTE E A VIDA

    0 de 5
    15.00€
  • CHÁ DO PRÍNCIPE

    0 de 5
    15.00€
  • FLOR DE BASALTO

    0 de 5

    Literatura

    10.00€
  • POLAROIDES DE DISTINTOS NAUFRÁGIOS

    0 de 5

    Literatura

    10.00€
  • IMPRESCINDÍVEL DOUTRINA CONTRA

    0 de 5

    Literatura

    10.00€
  • CLARIDOSIDADE

    0 de 5

    Literatura

    25.00€
  • O ALBERGUE ESPANHOL

    0 de 5

    Literatura

    15.00€