Ver Carrinho “OS MEUS MUSEUS” foi adicionado ao seu carrinho.
  • ESPELHO CONVEXO

    0 de 5

    Em Espelho Convexo a poesia jamais morrerá; o teatro é o autoconhecimento do
    Homem; o conto eleva-nos ao grandioso gosto pelas histórias sem tempo; uma tradução
    permite-nos encontrar o sentido do todo, palavra a palavra; um estudo etnográfico
    é tão-somente conhecer as raízes de um povo; entretanto, as imagens que dividem
    os capítulos enfeitam com nobreza cada pátio de entrada.
    ► Uma obra única e incomparável, com múltiplos sentidos, que tanto podem ser harmoniosos
    como violentos, e que nos arrasta para o interior de nós mesmos na busca
    de beleza e de emoção.
    ► Neste livro, para além de poesia, poesia narrativa e um estudo etnopoético, a autora
    oferece-nos dois textos de teatro, um conto e a tradução de uma composição literária do
    poeta mexicano Jorge Manuel Herrera, numa incursão por estilos diversificados que lhe
    permitem mostrar o seu domínio do ofício e a sua capacidade experimentalista.

    14.90€
  • RIMAS ESQUECIDAS

    0 de 5

    Esquecidas são as rimas que se foram perdendo ao longo do tempo, mas que tomam
    forma para demonstrar o quão forte pode ser algo que se esqueceu.
    Como um pensamento perdido ou uma memória oculta, este livro tenta explicar a
    proveniência do nosso nascimento, da nossa felicidade, da nossa dor, dos nossos
    remorsos amorosos e, por fim, como partimos.
    ► Uma obra poética singular, muito influenciada por Fernando Pessoa e Ruy Belo.
    ► O livro ideal para os iniciantes na leitura poética, com uma estrutura muito fixa,
    que tem por base os sonetos, e com uma musicalidade envolvente.

    9.90€
  • NICOLAS FLAMEL: O VENCEDOR DA PEDRA PELO FOGO

    0 de 5

    Quem foi Nicolas Flamel, uma das figuras mais emblemáticas de Paris nos séculos XIV

    e XV e fonte de mil e uma fábulas, como ‘Harry Potter e a Pedra Filosofal’ ou ‘O
    Código da Vinci’?
    Numa autêntica caça ao homem, e munido de documentos genuínos, Walter Grosse
    empreendeu uma investigação quase policial, propondo-se desvendar um enigma que
    perdura há mais de seis séculos e que tem iludido inúmeros historiadores.

    Para Richard Khaitzine, o nome “Nicolas Flamel” parece um pseudónimo e, de facto,
    seguindo a demonstração sui generis do ilustre Fulcanelli, este seria, efectivamente,
    um nomen mysticum.
    Assim que se apercebeu deste facto, Walter Grosse observou que esta seria a chavemestra
    de toda a engrenagem capaz de destrinçar o mistério do Nicolas Flamel
    livreiro, uma das figuras mais emblemáticas de Paris nos séculos XIV e XV e fonte de
    mil e uma fábulas, como ‘Harry Potter e a Pedra Filosofal’ ou ‘O Código da Vinci’.
    Numa autêntica caça ao homem, e munido de documentos genuínos, empreendeu
    então uma investigação quase policial, propondo-se desvendar um enigma que perdura
    há mais de seis séculos e que tem iludido inúmeros historiadores.

    14.90€
  • OS MELHORES CONTOS PORTUGUESES DE OITOCENTOS

    0 de 5

    Soberbos. Simplesmente encantadores. De leitura obrigatória para os que queiram ser seduzidos pela arte de bem escrever.
    Se o Padre António Vieira, no dizer de Fernando Pessoa, foi o Imperador da língua portuguesa, os autores que nesta obra se apresentam pertencem ao selecto grupo dos príncipes da arte de bem escrever em português. Com eles, saboreamos o que de melhor a nossa língua tem para nos oferecer.
    Os contos que nesta obra o leitor vai encontrar não serão inequivocamente os melhores, mas fazem parte, sem dúvida, do panteão onde os melhores se alinham. Certo é que todos causam aquele deslumbramento que somente as penas notáveis conseguem inspirar.
    ► ANTOLOGIA INÉDITA
    ► 15 CONTOS DE 7 AUTORES
    ► PREFÁCIO DE ANNABELA RITA
    ► SELECÇÃO, PREÂMBULO E NOTAS DE FRANCISCO ABREU

    15.90€
  • O TEU SOL

    0 de 5
    11.90€
  • TERAPIA BOWEN

    0 de 5
    12.00€
  • DO QUE NÃO EXISTE

    0 de 5
    17.90€
  • ONTEM, ISRAEL

    0 de 5
    10.90€
  • TREZE MÁS HISTÓRIAS PARA ADORMECER

    0 de 5
    10.90€
  • POR TERRAS DE MANGAL

    0 de 5
    16.90€
  • A ÁRVORE DA VIDA

    0 de 5
    9.95€
  • RENDIMENTO SOCIAL DE IDIOTAS

    0 de 5
    13.90€
  • A POUCOS PALMOS DO CHÃO

    0 de 5
    15.90€
  • O PÁROCO DE ALDEIA

    0 de 5

    Na galeria dos grandes escritores da literatura portuguesa, Alexandre Herculano (1810–1877) figura entre os maiores, como romancista, historiador, ensaísta, mas também poeta e dramaturgo. Pequeno romance rústico , como lhe chamou Vitorino Nemésio, crónica aldeã , no dizer do próprio autor, O Pároco de Aldeia foi originalmente publicado no jornal literário e instrutivo O Panorama, em 1843-44. Editado agora pela primeira vez em volume autónomo, deliciará os leitores com as desditas de um candidato a santo casamenteiro e os ditos do seu rebanho, narrados com a mestria um prosador que, para lá do sentimentalismo ou da moralidade, sabia como nenhum outro esbater as linhas que separavam o divino do terreno, o erudito do plebeu, para filosofar com graça e gracejar com filosofia.

    11.90€
  • Capa-Luz-de-Luz

    LUZ DE LUZ

    0 de 5

    Foi com a consciência profunda da dor que hoje assombra o mundo que Pedro Strecht escreveu livro. Que atitude tomar presente a constante a constante desorganização de si mesmos a que estão submetidos os homens nas sociedades contemporâneas? Talvez numa necessidade vital: retirar forças para combater o mal, através da felicidade e do prazer de existir. Da luz da luz, nas palavras do autor que, neste pequeno e ambicioso livro, envolve o leitor numa espécie de proferição muda, rítmica, que o atinge no mais fundo dos eu pensar e sentir.

    9.45€
  • OS VOOS NÃO ESQUECIDOS

    0 de 5

    “Induzo os meus sentidos
    E finjo absorver o concerto.
    Para onde dirijo a atenção?
    Fora de mim é mais suave,
    Dentro de mim é desconcerto.”

    11.90€
  • RITUAL SEM PALCO

    0 de 5

    Eis, um grande, um notável livro amadurecido na inteligência e no coração. Um livro de denúncia, esperança e ensino, ímpar na nossa poesia actual. Cerebral e sensível, atento ao mundo e à vida, abrangendo a imagem do homem de hoje, na perversidade do seu pensamento e acção, mas, também, na elevação da sua fé e espiritualidade. Tudo desenvolvido e proclamado em verso lapidar, na segurança do seu ritmo, na elegância e bom-gosto do verbo e da metáfora, servindo o arroubo do lirismo e a coragem da epicidade.

    12.00€
  • O ESPIÃO DO EXTREMO OCIDENTE – TOMO II

    0 de 5

    O meu 2.º Tomo, refere-se à época, para mim importantíssima, que vai dos finais do reinado de D. João II, do reinado de D. Manuel I e ao início do reinado de D. João III, onde «surjo esotericamente» como «Miguel de La Roza», cujo pai teria sido «espião» de D. João II e o teria auxiliado na 2.ª versão do «Tratado de Tordesilhas».
    Eu teria sido aio de D. Manuel I e mais tarde, como que herdara as funções do meu pai e passara a «Espião do Extremo Ocidente» — nome do actual livro. Devemos lembrar-nos que nessa altura, para os países europeus, «extremo ocidente» era Portugal! Assim teria feito uma aprendizagem nas Feitorias Portuguesas nas Flandres (Antuérpia/Lovaina) como auxiliar de Damião de Góis, para me inteirar do factor económico e político das mesmas. Também fora integrado na 2.ª Expedição às «Terras do Preste João das Índias» como «Espião» do Rei D. Manuel I, com o fim de me inteirar da potencialidade de uma aliança com o dito Imperador da Etiópia, visto haver suspeitas de lá haver grandes riquezas em minas de ouro, prata, pedras preciosas além das tão desejadas «especiarias»!

    16.90€
  • O TEMPLÁRIO COM DUAS VIDAS – TOMO I

    0 de 5

    Por processos misteriosos e possivelmente por vias esotéricas, o autor terá recebido indiretamente uma «herança» estranha e desafiadora de seu tio Fernando Pessoa, ao descobrir, nuns livros oferecidos ao poeta pelo Mago inglês Aleister Crowley, quando da sua visita a Portugal, uma carta escondida mas dirigida especificamente pelo Mago ao Poeta!

    12.00€
  • Capa do livro No Bosque da Vida, de Pedro Strecht. Manufactura Editora

    NO BOSQUE DA VIDA

    0 de 5

    NO BOSQUE DA VIDA “«A Professora pediu que escrevêssemos um texto durante as férias. Não tenho nenhuma ideia brilhante que possa inventar.»
    Assim começa o novo livro de Pedro Strecht para um público infanto-juvenil.
    Com a aventura narrativa de uma criança, que através do olhar do seu quotidiano e na companhia da cadela Tita, procura realizar um ensinamento do seu Avô:
    «Sê sempre tu próprio. E, se puderes faz também os outros felizes! Não deixes desertos teus olhos… »
    Pedro Strecht (1966) é médico de Pedopsiquiatria. Casado, tem 3 filhos (e uma cadela de nome Tita).”

    6.50€