• Cancro: 12 Regras e Conselhos Básicos para Bem Viver, de Maria Raposo e Maria Ribeiro

    CANCRO: 12 REGRAS E CONSELHOS BÁSICOS PARA BEM VIVER

    0 de 5

    As autoras, amigas de longa data, uma com formação na área da saúde natural, e experiência no acompanhamento de familiares com cancro, a outra vítima, recentemente, de cancro, reuniram, neste livro de consulta fácil, de forma concisa, os seus conhecimentos para superar o cancro. Conselhos que, na sua maioria, também servem para quem esteja com outros problemas graves de saúde. A boa notícia é que A CURA ESTÁ E SEMPRE ESTARÁ NAS SUAS MÃOS! Prático, este livro engloba uma secção de deliciosas, simples e saudáveis receitas de culinária, para que o/a leitor/a possa pôr imediatamente em prática os conselhos alimentares nele contidos.

    9.95€
  • a_bombarda_de_banastarim

    A BOMBARDA DE BANASTARIM

    0 de 5

    Seis capitães e outros mais em terras da Índia portuguesa em meados do século xx. Romancear a história, se os seus eventos forem conhecidos, compreendidos e conscientemente trabalhados, é fazer regressar a vida.

    15.00€
  • capa-para-haver-amanha

    PARA HAVER AMANHÃ

    0 de 5

    “convido
    a entrarmos pelas coisas simples
    que esquecemos de fazer”

    através de um breve livro de textos poéticos

    de “céu, luz
    paz e assombro”

    8.45€
  • Capa do livro Santo António em Banda Desenhada, de José Garcês. Europress Editorasanto-antonio-em-bd-1

    SANTO ANTÓNIO EM BANDA DESENHADA

    0 de 5

    A história de um santo de Lisboa, de Portugal e do mundo, contada através das palavras e do traço realista de um dos grandes mestres e pioneiros da BD lusa.

    Na sua narrativa fluída e envolvente, José Garcês recria a vida, os milagres e a herança de Santo António, um homem comum com qualidades invulgares que o transformaram em ícone da Igreja Católica e da cultura popular.

    Sobre o autor

    José Garcês nasceu em Lisboa, a 23 de Julho de 1928, e desde muito jovem manifestou talento para o desenho e para as artes gráficas. O seu percurso como desenhador teve início em1944, quando criou O Melro, uma publicação de exemplar único que circulava entre amigos.

    Em 1946, concluiu o Curso de Artes Gráficas na Escola António Arroio, tendo, nesse mesmo ano, começado a sua carreira de autor de banda desenhada n’O Mosquito, o mais célebre periódico infantojuvenil da época. Nas áreas da BD e da ilustração, colaborou com os mais variados jornais e revistas, como O Papagaio, Cavaleiro Andante, O Foguetão, Pisca-Pisca, Tintin, O Século ou Modas e Bordados, entre vários outros.

    Fruto de um talento abrangente e de um genuíno gosto pela história e pelo património de Portugal, José Garcês abraçou, ao longo da sua obra, uma notória componente didática, notabilizando-se também na ilustração de livros escolares e infantis, monografias, sebentas, construções de armar, postais, cromos, selos postais e até carteiras de fósforos.

    A par das histórias serializadas que concebeu para periódicos, o autor executou, desde os anos 80, inúmeros álbuns com histórias completas em banda-desenhada. Neste domínio, Eurico, o Presbítero (adaptação da obra homónima de Alexandre Herculano), História de Portugal em Banda Desenhada ou Cristóvão Colombo, Agente Secreto de D. João II são alguns dos seus trabalhos mais marcantes.

    Entre as mais diversas distinções que recebeu ao longo de uma carreira longa e prolífica, destaca-se, mais recentemente, o Prémio Especial Anim’Arte BD (GICAV) 2015, pelo conjunto da obra. Em 2016, assinalando os seus 70 anos de atividade profissional, foi homenageado pela Biblioteca Nacional e pelo Clube Português de Banda Desenhada, do qual foi, na década de 80, o primeiro presidente.

    6.90€
  • Capa do livro Sobressaltos - Terror por Autores Portugueses de BD. Europress Editora

    SOBRESSALTOS: TERROR POR AUTORES PORTUGUESES DE BD

    0 de 5

    Vinte momentos de horror, outros tantos sustos e “sobressaltos”, nesta antologia de contos de terror por alguns dos melhores autores portugueses de banda desenhada.

    Sobressaltos nasceu de um pedido por parte da organização do evento Sustos às Sextas para uma exposição ligada à banda desenhada de terror. Comissariada por Geraldes Lino, um dos mais entusiastas fãs de BD de sempre no nosso país, e por Bruno Caetano, da Comic Heart, essa exposição fez nascer a vontade de criar algo que prestasse homenagem às pequenas histórias curtas de duas páginas apresentadas. O resultado foi esta antologia que reúne pequenos episódios, momentos de terror, instantes de humor e pausas para reflexão, desenhadas por vinte grandes desenhadores (com apoio de dois argumentistas): um verdadeiro catálogo do que de melhor se faz em banda desenhada no nosso país! O resultado foi esta antologia que reúne pequenos episódios, momentos de terror, instantes de humor e pausas para reflexão, desenhadas por vinte grandes desenhadores (com apoio de dois argumentistas): um verdadeiro catálogo do que de melhor se faz em banda desenhada no nosso país!

    Com histórias de Álvaro, André Oliveira, Andreia Rechena, Bruno Caetano, Carlota Borba, Fernando Relvas, Filipe Alves, Joana Afonso, João Sequeira, José Lopes, José Smith Vargas, Luis Cavaco, Mosi, Nuno Rodrigues, Osvaldo Medina, Pedro Brito, Pepedelrey, Ricardo Drumond, Ricardo Santo, Rui Gamito, Rui Lacas, e Tiago Pimentel. Prefácio de António Monteiro.

    11.95€
  • Capa do livro Fugindo de Todos os Fogos, de António Ferra. Europress Editora

    FUGINDO DE TODOS OS FOGOS

    0 de 5

    A rua parecia acordar com aquela cena do cavalo na calçada. O homem limpava com a manga a cara encharcada, continuando a segurar as rédeas. Um cego, encostado a um portal, desatou a tocar uma melodia monótona num clarinete vermelho e o cavalo ficou mais agitado ainda. O dono insultava-o e ele continuou a tentar empinar-se.
    Acabou por se soltar e galopar pela calçada exígua até atingir um horizonte de liberdade – a visão de um rio à distância, rodeado de arvoredo, sobre o qual voavam, numa dança, algumas aves, ao som da melodia monótona do cego.

    12.00€
  • Capa do livro Palavras Poesia, de Lev'Arte. Europress Editora

    PALAVRAS – POESIA

    0 de 5
    9.90€
  • Capa do livro O Livro das Trivialidades, de Armando Martins. Europress Editora

    O LIVRO DAS TRIVIALIDADES

    0 de 5
    9.08€
  • Capa do livro Perplexidades, Preces e Memórias, de Manuel Malheiro Dias. Europress Editora

    PERPLEXIDADES, PRECES E MEMÓRIAS

    0 de 5
    27.25€
  • Capa do livro Diário de Natureza - Fauna e Flora de Portugal 2010, de Luísa Ferreira Nunes. Europress Editora

    DIÁRIO DA NATUREZA 2010

    0 de 5
    6.36€
  • diarionatureza

    DIÁRIO DA NATUREZA 2009

    0 de 5
    6.36€
  • Capa do livro Antigamente o Senegal. Europress Editora

    ANTIGAMENTE O SENEGAL

    0 de 5
    15.15€
  • Capa do livro Dona Ermelinda Zangou-se com o Mar, de Mário Ferreira. Europress Editora

    DONA ERMELINDA ZANGOU-SE COM O MAR

    0 de 5
    10.60€
  • Capa do livro Poemas do Calendário, de Nuno Rebocho. Europress Editora

    POEMAS DO CALENDÁRIO

    0 de 5
    6.05€
  • Capa do livro Contornos do Dia que Nasce, de Léonora Miano. Europress Editora

    CONTORNOS DO DIA QUE NASCE

    0 de 5
    14.13€
  • Capa do livro Kétala, de Fatou Diome. Europress Editora

    KÉTALA

    0 de 5
    14.13€
  • Capa do livro Mostra as Pernas, Leila!, de Rachid El-Daïf. Europress Editora

    MOSTRA AS PERNAS, LEILA!

    0 de 5
    14.13€
  • Capa do livro O Interior da Noite, de Léonora Miano. Europress Editora

    O INTERIOR DA NOITE

    0 de 5
    15.15€
  • Capa do livro Memórias de Porco-Espinho, de Alain Mabanckou. Europress Editora

    MEMÓRIAS DE PORCO-ESPINHO

    0 de 5
    14.14€
  • Capa do livro Mulheres do Sahel, de Angéle Bassolé-Ouédraogo. Europress Editora

    MULHERES DO SAHEL

    0 de 5
    7.07€