• Mensur, de Rafael Coutinho

    MENSUR

    0 de 5

    Um dos artistas mais talentosos da Banda Desenhada brasileira, Rafael Coutinho, está de regresso com este que é o seu mais ambicioso trabalho desde “Cachalote”, romance gráfico criado em parceria com o escritor Daniel Galera e já publicado pela Polvo.

    Em “Mensur”, Coutinho conta a história de Gringo, um andarilho que percorre cidades brasileiras em busca de trabalhos pontuais. É um dos últimos praticantes de mensur, uma luta de espadas surgida entre estudantes universitários na Alemanha do século XV. Enquanto lida com os seus próprios fantasmas e obsessões, um caso amoroso pode colocá-lo em rota de conflito com o seu passado e com segredos que jamais deveriam vir à tona.

    Um dos mais originais e impressionantes trabalhos da BD brasileira, “Mensur” é uma saga pessoal e um épico íntimo da busca por um lugar e, sobretudo, por algum tipo de paz.

    17.99€
  • Corto Maltese: Sol o Sol da Meia Noite, de Juan Díaz Canales e Rubén Pellejero

    CORTO MALTESE – SOB O SOL DA MEIA NOITE

    0 de 5

    1915. Acabado de chegar ao Panamá acompanhado por Rasputine, Corto Maltese está novamente de partida! O destino é São Francisco e a sua Exposição Internacional onde espera encontrar um amigo de longa data, o escritor Jack London. Em troca de lhe fazer chegar essa carta, London promete a Corto uma nova aventura… e um misterioso tesouro! Corto Maltese inicia assim um longo périplo pelas vastas extensões geladas do Grande Norte, numa viagem pautada por inúmeros perigos e ameaças. Porque, sob o sol da meianoite, há outros predadores que rondam para além dos lobos e dos ursos… Criada pelos espanhóis Juan Díaz Canales e Ruben Pellejero, a obra é a primeira história do personagem Corto Maltese escrita sem a participação de Hugo Pratt, e foi inicialmente publicada em França em Setembro de 2015.

    18.65€