• Capa do livro Anarco-Queer? Queercore!, de Rui Eduardo Paes. Chili com Carne

    ANARCO-QUEER? QUEERCORE!

    0 de 5

    O queercore foi-se esvaziando nos últimos anos, apesar da existência de novas bolsas de liberdade, apesar dos sinais de que a hecatombe do capitalismo pode mesmo acontecer e apesar do nomadismo dos sexos. Muito de bom foi produzido no impulso de enfiar os dedos em lugares quentes e húmidos, mas não será pouco? O hardcore queer ainda resiste, mas resiste porque está na defensiva, porque está fraco. É como se tivesse sido geneticamente programado para falhar. Mas quando ouvimos um estridente feedback dos Apostles e dos Nervous Genre tudo, absolutamente tudo, parece possível…

    10.00€
  • Capa do livro "A" Maiúsculo com Círculo à Volta, de Rui Eduardo Paes. Chili com Carne

    “A” MAIÚSCULO COM CÍRCULO À VOLTA

    0 de 5
    10.00€
  • Capa do livro Subsídios - Matéria Mimética Monstruosa Nutrida num Nível Redentor Regressor Reagente (ao) Geométrico. Chili com Carne

    SUBSÍDIOS

    0 de 5
    15.00€
  • Capa do livro VSADH. Chili com Carne

    VSADH

    0 de 5
    18.00€
  • Capa do livro Loverboy na Feira das Vanessas. Chili com Carne

    LOVERBOY NA FEIRA DAS VANESSAS

    0 de 5
    5.00€
  • Capa do livro Erzsébet, de Nunsky. Chili com Carne

    ERZSÉBET

    0 de 5
    15.00€
  • Capa do livro Quadradinhos - Looks on Portuguese Comics. Chili com Carne

    QUADRADINHOS

    0 de 5
    15.00€
  • Capa do livro Malus, de Christopher Webster. Chili com Carne

    MALUS

    0 de 5
    12.00€
  • Capa do livro A Segunda Vida de Sjon de Nha Bia, de Nuno Rebocho. Chili com Carne

    A SEGUNDA VIDA DE DJON DE NHA BIA

    0 de 5
    13.00€
  • Capa do livro Neurotrip, de Joana Pires. Chili com Carne

    NEURO-TRIP

    0 de 5
    13.70€
  • Capa do livro É Sempre Tarde Demais, de Marcos Farrajota. Chili com Carne

    É SEMPRE TARDE DEMAIS

    0 de 5
    5.00€
  • Capa do livro Policial Chingodu, de Marte e Pepderley. Chili com Carne

    POLICIAL CHINDOGU

    0 de 5
    5.00€
  • Capa do livro O Subtraído à Vista, de Filipe Felizardo. Chili com Carne

    O SUBTRAÍDO À VISTA

    0 de 5
    10.00€
  • Capa do livro Harvested, de Ilan Manouach. Chili com Carne

    HARVESTED

    0 de 5

    Uma antologia sob a curadoria de microworkers

    HARVESTED de Ilan Manouach é baseado em conteúdos encontrados, uma selecção arbitrária de filmes adultos. Foi inteiramente criado por um conjunto orquestrado e bem afinado de rotinas planeadas, scripts da web e tarefas baseadas na inteligência de enxame. O material deste livro foi reunido por um grupo descentralizado de parceiros e foi filtrado por uma população anónima de “microworkers”.

    O livro naturalmente tornou-se numa co-produção com vários editores, a saber: Forlaens (Dinamarca), Hálice Hálas (Suiça), La Cinquième Couche (Bélgica), Topovoros (Grécia), Fortepressa (Itália),Ediciones Valientes (Espanha), Pachiclon (México) e Bitterkomix (África do Sul).

    Mais de dois mil filmes adultos foram colhidos em grandes quantidades de sítios em linha p2p directamente para um servidor. Seguindo dois scripts diferentes, os primeiros 10 minutos dos vídeos foram despedaçados em milhares de imagens de baixa resolução no formato JPG à espera de serem filtradas. Este lote de imagens foi submetido a serviços de crowdsourcing que permitem coordenar inteligência humana aplicada a tarefas que os computadores ainda não conseguem fazer. Um grupo seleccionado de “microworkers” foram recrutados para filtrarem estas milhares de imagens de acordo com uma instrução conscientemente vaga: se nelas apresentavam ou não arte contemporânea.

    Esta “Colheita” mostra-nos à superfície quinhentas obras de arte encontradas em casas, estúdios, cenários de filme e outras heterotopias da indústria de filmes adultos. Se esta antologia dá importância a um contexto de história da arte de uma indústria específica, ela também se posiciona simbolicamente na necessidade em activar uma visão periférica no que toca às práticas escopofílicas.

    29.00€
  • Capa do livro Já Não Há Maçãs no Paraíso, de Max Tilmann. Chili com Carne

    JÁ NÃO HÁ MAÇÃS NO PARAÍSO

    0 de 5

    Se a maçã (do Paraíso) deve ser entendida como não somente o fruto proibido mas como aquele fruto que nos daria acesso ao conhecimento do Bem e do Mal, ou seja, um Verdadeiro Conhecimento, e portanto Para Além do Bem e do Mal, então poderemos ler este título de ecos tão bíblicos quanto o anterior como indicando ser possível um retorno ao Paraíso, através, quiçá, da sua reconstrução na terra, permitida pela tecnologia (um Paraíso 2nd life?), mas no qual jamais se poderá esperar reencontrar esse acesso, pecaminoso ou não. Não é possível saber. Tudo nos é permitido, mas é-nos vedado ser.

    15.00€
  • Capa do livro Os Acrobatas, de Marcos Trindade. Chili com Carne

    OS ACROBATAS

    0 de 5

    Daqui a 100 anos, investigando o que foi as primeiras décadas deste milénio será impossível apagar a enorme corrupção das nossas actuais classes políticas, tal é a quantidade de registos que mostram a javardice dos nossos dirigentes, em que este livro será mais um testemunho deste nosso sofrimento.

    Como muitos livros nossos em que a superfície engana a profundidade dos conteúdos, infelizmente, muitos olharão para Os Acrobatas como um manual de auto-ajuda para os “(blow)jobs for the boys” que queiram subir ao céu. A queda no entanto será fatal…

    10.00€
  • Capa do livro Nadja, Ninfeta do Inferno, de Nunski. Chili com Carne

    NADJA – NINFETA VIRGEM DO INFERNO

    0 de 5

    Em 2015 Nunsky apresenta-nos este Nadja – Ninfeta Virgem do Inferno… verdadeiro deboche gráfico anti-cristão para quem curte bandas de Hair Metal de Los Angeles dos 80, fãs distópicos do RanXerox e revivalistas da heroína.

    9.50€
  • Capa do livro Lisboa é Very Very Typical. Chili com Carne

    LISBOA É VERY VERY TYPICAL

    0 de 5

    Passado um ano e dado ao sucesso que obtivemos com Zona de Desconforto, pensamos que seria um bom desafio juntar estrangeiros que vivem ou viveram em Portugal. Plano arriscado! Há assim tantos autores que tenham passado por cá? E que queiram arriscar a fazer uma BD?
    Há! E muitos! Ao ponto de alguns não terem deixado de dar notícias. De três continentes diferentes e com experiências variadas, muitas em volta das questões laborais portuguesas, eis Lisboa é Very Very Typical.
    Lisboa!? Não era para ser sobre Portugal? É coincidência mas a verdade é que todas as BDs tem a capital como centro geográfico dando razão ao que se diz que “o resto é paisagem”! Talvez de futuro tenhamos de fazer uma antologia sobre estrangeiros no Porto ou Alentejo, até lá fiquem com as visões de Anica Govedarica (Croácia), Taís Koshino (Brasil), Elias Taño (Espanha), Alejandro Levacov (Argentina), BNK TNK (Japão), Martina Manya (Espanha), Aude Barrio (Suiça), Nicolae Negura (Roménia), Dileydi Florez (Colômbia), Alain Corbel (França) e Téo Pitella (Brasil). A capa é da responsabilidade do alemão Lars Henkel – autor que já estudou também em Lisboa e chegou a participar numa Feira Laica.

    12.00€
  • Capa do livro The Care of Birds (O Cuidado dos Pássaros), de Francisco Sousa Lobo. Chili com Carne

    O CUIDADO DOS PÁSSAROS

    0 de 5

    “Peter Hickey está para os pedófilos como os observadores de aves estão para os caçadores”, assim diz Peter. O possível sentido desta frase obscura forma o próprio cerne deste romance gráfico. Peter é um católico tarado e sem deus com um síndroma de santo.

    15.00€
  • Capa do livro Mundos em Segunda Mão, Volume 2, de Aleksandar Zograf. Chili com Carne

    MUNDOS EM SEGUNDA MÃO – VOLUME 2

    0 de 5

    bds-crónicas publicadas na revista Vreme, na Sérvia, e depois um pouco por todo o lado.

    13.00€