• BÊABÁ DA MALANDRAGEM

    0 de 5
    5.30€
  • Capa do livro Viver sem Trabalhar... Continua, de Luís Campos. Europress - Quotidiano

    VIVER SEM TRABALHAR CONTINUA

    0 de 5

    O êxito do 1.º volume de Viver sem Trabalhar… justificou que Luís Campos voltasse à carga com igual sucesso.

    Ser Português, é entender-se mais latino que os espanhóis, mais brasileiro que os brasileiros (já que eles nos chamam Mãe) e africano de primeira (já que para os indígenas foi mais do que um pais); é sentir-se bem quando se instala lá fora e incapaz de se instalar cá dentro: é, no amor, não se limitar a ser macho, precisando de ser marialva…

    8.48€
  • VIVER SEM TRABALHAR NUM PAÍS À BEIRA-MAR

    0 de 5

    Quase clássico da literatura de costumes. Humor cáustico, corrosivo, um retrato do dia‑a‑dia dos portugueses. A crónica dos dias vividos.

    8.48€
  • Capa do livro Prisão de Mulheres, de Bárbara Pimenta. Europress - Quotidiano

    PRISÃO DE MULHERES

    0 de 5

    Impressionada com todo o material humano recolhido nas entrevistas, a autora decidiu escrever sobre os dramas, as amarguras, as mágoas e os anseios das mulheres que, pelas mais variadas razões, caíram nas malhas de uma Justiça cujos olhos nem sempre estão vendados.

    Pretende-se dar conta da atmosfera de exploração e violência existentes nos ambientes de clausura/internamento: Prisões, Hospitais, Escolas e outros.

    7.42€
  • Capa do livro Porquê a Mim?, de Juliette. Europress - Quotidiano

    PORQUÊ A MIM?

    0 de 5

    Escrita sob um nome suposto, esta é a confissão brutal, redigida numa cama de hospital, de uma jornalista jovem, livre, ambiciosa e atingida pelo SIDA. Ao mesmo tempo que constitui um testemunho cru sobre os costumes do jornalismo e da política, o livro é também uma reflexão lúcida sobre esta doença cuja extensão, abundantemente referida pelos meios de comunicação, repõe em questão a liberdade sexual…

    6.36€
  • Capa do livro O Livro Que Diz a Verdade - A Mensagem dada pelos Extra-Terrestres. Europress - Quotidiano

    O LIVRO QUE DIZ A VERDADE – A MENSAGEM DADA PELOS EXTRATERRESTRES

    0 de 5

    Um balão? O engenho encontrava‑se agora a uma vintena de metros de altitude e apercebi‑me que era de forma achatada. Um disco voador! Sempre acreditei firmemente em discos voadores mas nunca esperei que um dia viesse a ver um…

    O engenho continuou a descer sem qualquer ruído e imobilizou‑se a dois metros do solo. Eu estava estupefacto e fiquei absolutamente imóvel.

    8.48€